Acesso à Insulinoterapia de Usuários com Diagnóstico de Diabetes Mellitus Acompanhados em Ambulatório Especializado

20 de outubro de 2020 por filipesoaresImprimir Imprimir

Caracteriza o perfil e o acesso à insulinoterapia dos usuários com diagnóstico de Diabetes Melittus atendidos no Ambulatório de Endocrinologia de um hospital universitário.


A Organização Mundial de Saúde define Diabetes Mellitus (DM) como uma desordem metabólica de múltipla etiologia. Atualmente a DM é classificada, de acordo com a sua etiologia, em quatro classes clínicas: DM tipo 1, DM tipo 2, outros tipos específicos de DM e DM gestacional.

Acesso à Insulinoterapia de Usuários com Diagnóstico de Diabetes Mellitus Acompanhados em Ambulatório Especializado

Acesso à Insulinoterapia de Usuários com Diagnóstico de Diabetes Mellitus Acompanhados em Ambulatório Especializado.

Quanto ao tratamento, para a DM tipo 1, necessariamente a insulina é indicada, para a DM tipo 2, a terapêutica medicamentosa (antidiabéticos orais e insulinas) é utilizada quando não há controle glicêmico por meio da alimentação nem prática regular de exercício físico. O objetivo principal do tratamento da DM consiste na obtenção de qualidade de vida e longevidade.

Rede de Atenção à Saúde

Nesse contexto é necessária uma abordagem integral ao portador de Diabetes Mellitus e sua família, que seja apoiada na Rede de Atenção à Saúde (RAS), organizada de forma integrada e contribuidora para o acesso e acessibilidade dos usuários aos serviços e à continuidade do cuidado.

Desse modo, a falta de acesso no tocante à carência de medicamentos e insumos para DM pode impactar diretamente no tratamento do indivíduo. Sabe-se que a dificuldade de acesso aos medicamentos está relacionado com um pior estado de saúde, busca por outras terapias, retornos ao serviço de saúde e maior gasto com o tratamento.

Ao realizar atenção integral à saúde de usuários portadores de doenças crônicas, a assistência é direcionada e apoiada pelas RAS, que têm como estratégia a superação ao modo fragmentado de operar, buscando integração entre os pontos de atenção, permitindo que o usuário seja atendido em todas as suas necessidades. No entanto, quando o funcionamento desse sistema esbarra em uma cultura burocrática, desarticulada, torna-se lento e insatisfatório, impactando no cuidado.

Acesso à insulinoterapia

Diante do exposto, é fundamental um melhor entendimento sobre o acesso dos usuários aos medicamentos e insumos no tratamento da DM na realidade do Distrito Federal (DF), visando a reorganização das redes de atenção para o cuidado qualificado. Portanto, a presente investigação tem como objetivo caracterizar o perfil e o acesso à insulinoterapia dos usuários com diagnóstico de DM atendidos no Ambulatório de Endocrinologia de um hospital universitário.

Compartilhar
http://fst.uin-alauddin.ac.id/assets/file/-/slot-thailand/ https://sdm.fpik.unmul.ac.id/wp-content/uploads/2021/05/gengtoto/ https://residenciamulti.escs.edu.br/wp-content/uploads/2023/01/toto-slot-gacor/ http://cofen.gov.br/wp-content/uploads/2015/01/maxwin138/ http://cofen.gov.br/wp-content/uploads/2015/01/linetogel/ https://sdm.fpik.unmul.ac.id/wp-content/fonts/slot5000/ http://www.cofen.gov.br/wp-content/upgrade/toto-togel/ https://www.centenecenter.wustl.edu/wp-content/uploads/2020/01/datamacau/ slot5000 https://fkip.unila.ac.id/wp-content/uploads/2023/09/slot/ presidenslot http://www.cofen.gov.br/slot/ https://umkap.fkip.unila.ac.id/wp-content/uploads/2023/08/togel/ https://fkip.unila.ac.id/wp-content/uploads/2023/09/slot/ toto88 gengtoto gengtoto toto slot asiatogel meraktoto asiatogel toto slot slot maxwin slot maxwin slot maxwin https://pembinaanideologi.unesa.ac.id/produk/slotpulsa/ https://fmipa.unesa.ac.id/products/slot-qris-5000/ https://pembinaanideologi.unesa.ac.id/produk/slot88/ https://verisa.unesa.ac.id/argon/demo/products/togel-online/ https://pramuka.unesa.ac.id/product/casino/ https://pramuka.unesa.ac.id/product/toto/