Termos da Linguagem Especializada de Enfermagem Para Pessoas Com Doença Renal Crônica

12 de abril de 2021 por filipesoaresImprimir Imprimir

Identifica os termos da linguagem especializada de Enfermagem utilizados na documentação da assistência à pessoa com doença renal crônica.


Considerada como um problema de saúde pública, à Doença Renal Crônica (DRC) se caracteriza pela perda da função dos rins de maneira progressiva e irreversível, culminando na incapacidade destes de filtrar e eliminar líquidos e toxinas. Em 2017, no Brasil, 126.583 pacientes se encontravam em diálise. Seguindo o padrão global no aumento da prevalência da DRC, todas as regiões do país demonstraram esse aumento. Diante de um diagnóstico avançado desta enfermidade, uma das possibilidades de tratamento e, a mais utilizada das terapias renais substitutivas, está a hemodiálise.

Termos da Linguagem Especializada de Enfermagem Para Pessoas Com Doença Renal Crônica

Termos da Linguagem Especializada de Enfermagem Para Pessoas Com Doença Renal Crônica. Foto: Divulgação

Nesse contexto, os profissionais do campo da Enfermagem juntamente com toda equipe multidisciplinar de saúde são responsáveis por prestarem os cuidados necessários a esses pacientes e seus familiares. O procedimento da hemodiálise requer que o paciente permaneça em um centro especializado por um período médio de quatro horas, três vezes por semana, recebendo os cuidados diretos da equipe de Enfermagem por um tempo considerável. Para tanto, faz-se necessária a documentação desses cuidados, logo, uma linguagem especializada torna-se essencial para dinamizar o Processo de Enfermagem. A Classificação Internacional para a Prática de Enfermagem (CIPE®) surge como uma terminologia especializada, ampla e complexa que possibilita maior visibilidade do processo de cuidar em Enfermagem, sendo uma tecnologia que contribui para a coleta, armazenamento e a análise dos dados relacionados aos mais diversos contextos de saúde.

Assim, justifica-se o presente estudo por considerar a relevância da identificação de termos que possibilitem a documentação da prática de cuidar aos pacientes renais crônicos em hemodiálise e suas necessidades a partir do seu processo de transição de um estado de saúde preservado, para aquele que necessita conviver com uma doença e um tratamento como a hemodiálise.

Identificar esse processo, os fatores envolvidos, bem como determinar estratégias para gerenciá-lo, levam a uma maior facilidade na prestação de um cuidado profissional de Enfermagem, mais especializado às pessoas em hemodiálise, com diagnóstico e intervenções de Enfermagem adequados ao planejamento dos cuidados diante do processo de transição para a hemodiálise; assumindo assim, a Teoria das Transições como aporte teórico para esse estudo.

Doença Renal Crônica

Além de considerar à escassez de publicações que tratem das terminologias no contexto da nefrologia, em busca de meios para contribuir com a melhoria da assistência de Enfermagem prestada aos pacientes com DRC e, de aprofundar os conhecimentos acerca da importância da linguagem especializada no cuidado a esta clientela, surgiu a necessidade de desenvolver o presente estudo, conduzindo pelas seguintes perguntas de investigação: Quais termos da linguagem especializada de Enfermagem podem ser identificados na documentação da assistência à pessoa com DRC? Os termos identificados podem ser mapeados com os termos do Modelo de Sete Eixos da CIPE®?

Pressupõe-se que os resultados desse estudo venham contribuir, inicialmente, na construção dos enunciados de diagnósticos, resultados e intervenções de Enfermagem durante a assistência aos pacientes renais crônicos e, a partir de sua utilização, proporcionar a documentação do Processo de Enfermagem abrangendo os aspectos humanísticos, sociais e espirituais, para além do biológico.

Sendo definido como objetivos: identificar os termos da linguagem especializada de Enfermagem utilizados na documentação da assistência a pessoa com doença renal crônica; e fazer o mapeamento cruzado dos termos identificados com aqueles constantes no Modelo de Sete Eixos da CIPE® 2019.

Compartilhar
http://fst.uin-alauddin.ac.id/assets/file/-/slot-thailand/ https://sdm.fpik.unmul.ac.id/wp-content/uploads/2021/05/gengtoto/ https://residenciamulti.escs.edu.br/wp-content/uploads/2023/01/toto-slot-gacor/ http://cofen.gov.br/wp-content/uploads/2015/01/maxwin138/ http://cofen.gov.br/wp-content/uploads/2015/01/linetogel/ https://sdm.fpik.unmul.ac.id/wp-content/fonts/slot5000/ http://www.cofen.gov.br/wp-content/upgrade/toto-togel/ https://www.centenecenter.wustl.edu/wp-content/uploads/2020/01/datamacau/ slot5000 https://fkip.unila.ac.id/wp-content/uploads/2023/09/slot/ presidenslot http://www.cofen.gov.br/slot/ https://umkap.fkip.unila.ac.id/wp-content/uploads/2023/08/togel/ https://fkip.unila.ac.id/wp-content/uploads/2023/09/slot/ toto88 gengtoto gengtoto toto slot asiatogel meraktoto asiatogel toto slot slot maxwin slot maxwin slot maxwin https://pembinaanideologi.unesa.ac.id/produk/slotpulsa/ https://fmipa.unesa.ac.id/products/slot-qris-5000/ https://pembinaanideologi.unesa.ac.id/produk/slot88/ https://verisa.unesa.ac.id/argon/demo/products/togel-online/ https://pramuka.unesa.ac.id/product/casino/ https://pramuka.unesa.ac.id/product/toto/