- Biblioteca Virtual de Enfermagem – Cofen - http://biblioteca.cofen.gov.br -

Implicações da Visibilidade da Enfermagem no Exercício Profissional

A construção da visibilidade da Enfermagem é permeada por aspectos históricos, socioeconômicos e culturais. Ao explorar a temática da imagem do ser enfermeiro e seus estereótipos. Identifica-se a existência de algumas marcas da trajetória histórica da profissão que permanecem vivas em detrimento de sua evolução tecnológica e científica. Tais marcas podem ser percebidas através da persistente imagem de submissão profissional aos demais integrantes da equipe de saúde e a imagem errônea de serviço caritativo.

Visibilidade da enfermagem

A população, de forma geral, parece desconhecer a importância da Enfermagem, não a valorizando como uma profissão fundamental para o cuidado em saúde. Percebe ainda, que parece predominar, na sociedade e na mídia uma imagem de servilismo da enfermagem e do enfermeiro. Em particular aos demais profissionais da área da saúde em especial, ao profissional médico.

Visibilidade da Enfermagem

A imagem atual da Enfermagem tem relação direta com sua trajetória histórica religiosa, de submissão e silêncio. Além da ideia de religiosidade. A mídia dissemina uma imagem errônea do ser enfermeiro, veiculando a profissão com um caráter frágil e delicado, associado à subserviência. O que não corresponde à realidade profissional da Enfermagem.

É provável que interpretações relacionadas à imagem da Enfermagem possam decorrer da ausência de conhecimento acerca da importância da profissão. Parece ser necessário discutir acerca da imagem profissional numa tentativa de contribuir com a determinação de uma identidade profissional [1], pois é possível que essas discussões suscitem a apresentação do quão essencial é a profissão, fornecendo uma visão da sua importância como parte da equipe de saúde.

Acredita-se que o desconhecimento e a desvalorização da Enfermagem por parte dos demais profissionais da área da saúde, também contribuem para sua posição de reduzida visibilidade para o grupo, gerando sofrimento aos trabalhadores, dificultando suas relações com a equipe multiprofissional e o exercício da autonomia do enfermeiro, o que pode reforçar a pouca visibilidade da profissão [2], numa sequência progressiva de dificuldades no cotidiano
de trabalho.

Compartilhar
[3] [4]