24/08/2017

Vírus Zika no Brasil: a resposta do SUS

Mostra o avanço do Brasil no combate ao Zika vírus.

Anexos

virus_zika_brasil_resposta_sus

No começo foi um rumor. Corria o ano de 2015 e a saúde pública estava envolvida com suas questões do dia a dia, que são inúmeras! Mas o rumor começou a ganhar força e passou a ser estatística de difícil compreensão. Em outubro daquele ano, a Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) do Ministério da Saúde deixaria a fase de rumor para enfrentar o comunicado enviado pela Secretaria de Saúde de Pernambuco de que havia uma alteração significativa no padrão de bebês nascidos com microcefalia.

O tempo da investigação, o tempo da tomada de decisão, o tempo das intervenções e do combate ao mosquito transmissor do vírus, o Aedes aegypti, não é mesmo das respostas e soluções aguardadas por mulheres grávidas, por mulheres com seus bebês acometidos pelo mal e por uma rede de amigos e familiares.

Em um ano de surto de microcefalia e outras malformações atribuídas ao vírus Zika, os cientistas do Brasil e do mundo aprenderam muito. Foi um volume de conhecimento semelhante ao de três ou quatro décadas de estudos. Nunca se publicou tanto.

Este documento procura mostrar o avanço do Brasil no combate ao vírus Zika.

6 MB pdf Baixar



    revista_enfermagem
    munean
    anais_cbcenf