- Biblioteca Virtual de Enfermagem – Cofen - http://biblioteca.cofen.gov.br -

Validação de Conteúdo do Instrumento de Avaliação do Grau de Dependência dos Usuários

O Programa Nacional de Segurança do Paciente [1], estimula uma prática assistencial segura e cultiva a cultura que prioriza a segurança acima de metas financeiras e operacionais. Neste sentido, torna-se necessária a utilização de estratégias de gestão que possibilitem mensurar e maximizar a qualidade da assistência prestada.

Validação de Conteúdo do Instrumento de Avaliação do Grau de Dependência dos Usuários

Validação de Conteúdo do Instrumento de Avaliação do Grau de Dependência dos Usuários.

Cuidados de enfermagem adequados, seguros e de qualidade exigem uma organização do trabalho em que a centralidade seja o usuário dos serviços de saúde, no qual a alocação de funcionários deve ser ajustada conforme os cuidados requeridos pelos usuários. Neste sentido, a carga de trabalho de enfermagem tem sido amplamente discutida nas instituições hospitalares, em virtude de suas implicações na qualidade da assistência.

Instrumentos de classificação

Para mensurar a carga de trabalho da equipe de enfermagem, podem ser utilizadas ferramentas diretas ou indiretas para obtenção das horas de cuidado necessárias à assistência de enfermagem, sendo utilizados no país diferentes instrumentos. Os instrumentos de classificação dos usuários representam um sistema que possibilita identificar e classificar grupos ou categorias de cuidados, e expressam as reais necessidades dos pacientes.

Esses instrumentos possibilitam avaliar o nível de complexidade de cuidado ou a carga de trabalho de Enfermagem requerida pelos usuários. No entanto. Há que se considerar a mudança do perfil da população brasileira. Decorrente, entre outras razões do aumento da população idosa com problemas crônicos de saúde. Implicando em uma mudança no perfil da complexidade de cuidado dos usuários. Com o aumento da expectativa de vida, doenças próprias do envelhecimento passaram a ganhar maior expressão, já que os idosos por vezes apresentam enfermidades complexas e onerosas, destacando-se doenças crônicas e incapacidade funcional, com exigência de cuidados constantes.

Avaliação do Grau de Dependência dos Usuários

Neste sentido. Foi desenvolvido o instrumento denominado Avaliação do Grau de Dependência dos Usuários (GDU). Que contempla diversas dimensões, incluindo aspectos ainda não abordados nos instrumentos já existentes. Assim, no GDU foram acrescidos os aspectos relacionados às necessidades humanas básicas de integridade cutâneo-mucosa. A educação em saúde/comunicação. O sono e repouso. A regulação hormonal. A segurança emocional. A percepção dos órgãos dos sentidos. Considerando-se audição. Visão. Tato e dor. E a condição da família/acompanhante ou gregária no cuidado.

Essa pesquisa tem como objetivo avaliar o conteúdo teórico do Instrumento de Avaliação de Grau de Dependência dos Usuários – GDU, segundo pertinência, objetividade e clareza, junto a juízes.

Compartilhar
[2] [3]