- Biblioteca Virtual de Enfermagem – Cofen - http://biblioteca.cofen.gov.br -

Saúde do Trabalhador: Realidades, Intervenções e Possibilidades no Sistema Único de Saúde

Este trabalho é resultado do esforço de profissionais envolvidos com a Saúde do Trabalhador dos diversos municípios contemplados com um curso de Especialização em Saúde do Trabalhador.

Saúde do trabalhador

Saúde do trabalhador

Ao que se sabe, este Curso de Especialização em Saúde do Trabalhador [1] é pioneiro no Brasil, atendendo a uma demanda de implantação e fortalecimento da Política de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora na rede de serviços que compõem o Sistema Único de Saúde – SUS, construída de forma participativa 27nas esferas nacional e estadual. Nesse sentido, visa oferecer qualificação aos diferentes profissionais que atuam na área de saúde do trabalhador. Ao mesmo tempo em que espera possibilitar a integração ensino-serviço na perspectiva da Educação Permanente em Saúde.

O curso

A demanda pelo curso deve-se ao fato de que, ao ouvir e  observar a maioria dos profissionais que estão atuando nesse campo. Tem-se o consenso que a graduação não oferece a instrumentalização teórica e prática adequada às necessidades de atuação na Saúde do Trabalhador.

Percebe-se, ainda, a importância da reflexão cotidiana sobre o que se faz em saúde do trabalhador e que novos conhecimentos sejam produzidos nessa área, na academia e nos serviços de saúde.

Além disso, há relatos da dificuldade em olhar o paciente e estabelecer a relação entre doenças e agravos da saúde e o trabalho. Para fins de planejamento, execução e avaliação de ações de atenção integral. Vê-se que os trabalhadores de saúde têm limites quanto à atuação junto ao controle social do SUS e ao incremento do protagonismo dos usuários-trabalhadores. A área da Saúde do Trabalhador necessita de profissionais de saúde preparados para atuar de modo interdisciplinar na vigilância, na atenção integral (assistência, sem descuidar da promoção e prevenção da saúde [2]), bem como na construção de conhecimentos, capazes de gestão compartilhada do trabalho e voltados para a busca de reconhecimento da autonomia dos trabalhadores e garantia de direitos.

Compartilhar
[3] [4]