- Biblioteca Virtual de Enfermagem – Cofen - http://biblioteca.cofen.gov.br -

Perfil de Competências de Enfermeiros Coordenadores de Cursos de Graduação de Enfermagem

Toda profissão possui requisitos/atributos que a torna única determinando o processo de trabalho de modo geral e de acordo com as suas especialidades. Às vezes, as competências [1] não são claramente descritas e compreendidas. A competência é definida como a prática do que se sabe em um determinado contexto, habitualmente marcado pelas relações e situações de trabalho e das restrições que possam existir. É traduzida em ação, em saber ser e dispara a mobilização de conhecimentos em diferentes situações.

Perfil de Competências de Enfermeiros Coordenadores de Cursos de Graduação de Enfermagem

Perfil de Competências de Enfermeiros Coordenadores de Cursos de Graduação de Enfermagem

Portanto, ter a disposição um Perfil de Competências (PC) para subsidiar o processo de trabalho é relevante para as organizações e pessoas. Perfis de competência de especialidades da enfermagem têm sido publicados em periódicos ou apresentados em teses ou dissertações.

Competências de Enfermeiros

O Enfermeiro Coordenador de Cursos de Graduação em Enfermagem (ECCGEn) trata da organização, coordenação, liderança e avaliação de todos os processos e ações diretamente voltados para a promoção da aprendizagem dos alunos. Desempenha um papel de articulação diária e direta com alunos, corpo docente, equipe administrativa e diretoria. Apesar da complexidade de suas ações, inexistia na literatura científica o mapeamento de competências destes coordenadores que pudesse ser tomado como
referência.

Foi tema de uma tese de doutorado a elaboração, validação e aplicação de um PC aos coordenadores de cursos de graduação [2] com o propósito de agregar contribuições ao cotidiano. Um dos critérios do PC para garantir a credibilidade e a qualidade do instrumento proposto foi ter sido submetido a testes estatísticos na etapa metodológica e na análise de seus resultados.

A validade de um construto pode ser interpretada por métodos estatísticos que comprovem a veracidade de um material ora submetido à testagem. Também nomeada como validade de conceito representa uma maneira de constatar o grau em que a medida corresponde à construção teórica do fenômeno a ser medido.

Enfermeiros pesquisadores tem se apropriado desses testes estatísticos para validar instrumentos criados ou adaptados a fim de responder problemáticas de pesquisa e atender demandas dos serviços a que estão vinculados.

Indaga-se: O PC aplicado aos enfermeiros coordenadores de cursos de graduação em enfermagem atende as exigências estatísticas aos testes a que foi submetido, dentre eles a análise fatorial?

A pesquisa teve como objetivo analisar os resultados obtidos na aplicação de um PC aos ECCGEn utilizando o recurso estatístico de validação de construto.

Compartilhar
[3] [4]