- Biblioteca Virtual de Enfermagem – Cofen - http://biblioteca.cofen.gov.br -

Percepção de Enfermeiros Sobre Notificação de Incidentes para Promoção da Segurança do Paciente Hospitalizado

Incidentes são caracterizados como eventos não esperados que podem resultar ou não em danos ao paciente. Constituem em um dos principais indicadores de qualidade para avaliar a assistência prestada nas instituições de saúde. A preocupação em oferecer serviços de qualidade, livres de riscos e danos, engloba ações como mensurar a ocorrência de incidentes no contexto assistencial, por meio da notificação.

Percepção de Enfermeiros Sobre Notificação de Incidentes para Promoção da Segurança do Paciente Hospitalizado

Percepção de Enfermeiros Sobre Notificação de Incidentes para Promoção da Segurança do Paciente Hospitalizado. Foto: Divulgação.

A notificação de incidentes em instituição de saúde é uma oportunidade para identificar e avaliar os eventos a fim de aumentar a segurança do paciente [1], hierarquizar as prioridades de intervenção e favorecer ações de melhoria da segurança e na qualidade da assistência.

Estudo realizado em hospitais públicos de Portugal, com prontuários, evidenciou que 51,4% foram confirmados quanto incidentes associados aos cuidados de enfermagem, como erros de medicamentos, lesões por pressão, quedas e infecções relacionadas à assistência à saúde. Outro estudo, analisou 4691 notificações de incidentes, e demostrou que 71% foram realizadas pelos enfermeiros.

Segurança do Paciente

O enfermeiro como líder da equipe de enfermagem deve ser incentivador do uso do sistema de notificação de incidentes visto que, o seu diagnóstico poderá promover ações de gerência e de assistência a fim de melhorar a segurança do paciente e, consequentemente, trazer benefícios para a qualidade do cuidado. Além de que, é de competência dessa categoria profissional assegurar a gestão de risco para contribuir positivamente na saúde e na segurança dos membros da equipe e dos pacientes.

A comunicação do incidente por meio de um sistema tornou-se obrigatória no Brasil, desde 2013 e está incorporada ao Núcleo de Segurança do Paciente (NSP [2]) que têm como ações e estratégias, analisar, avaliar e divulgar os dados sobre incidentes ocorridos na instituição.

Um recurso facilitador que pode estimular a notificação dos incidentes é a utilização de um sistema informatizado de registro, com o propósito de agilizar esse processo e garantir o anonimato dos profissionais notificadores para evitar as subnotificações. Nesse sentido, torna-se indispensável superar a realidade punitiva, transformando as notificações em aprendizagem organizacional para gerar melhorias nos processos assistenciais em prol do desenvolvimento da cultura de segurança.

Sabendo da importância do NSP nas instituições de saúde, no que concerne ao sistema de notificação de incidentes, o enfermeiro como líder da equipe e incentivador do uso dessa ferramenta, poderá auxiliar na elaboração de estratégias eficazes para gestão de riscos e prevenção desses eventos. Portanto, este estudo tem por objetivo analisar a percepção de enfermeiros sobre incidentes notificados e sua relação com a segurança

Compartilhar
[3] [4]