- Biblioteca Virtual de Enfermagem – Cofen - http://biblioteca.cofen.gov.br -

Guia de Vigilância Epidemiológica: Aids / Hepatites Virais

Essa obra se constitui em instrumento importante para garantir a padronização e a eficiência das ações de campo. São  de extrema importância para o processo de descentralização da vigilância epidemiológica, prevenção e controle de doenças. Acima de tudo para responder adequadamente ao ambiente epidemiológico complexo em que vivemos atualmente.

Como o controle das doenças transmissíveis se baseia em intervenções que, atuando sobre um ou mais elos conhecidos da cadeia epidemiológica [1], são capazes de interrompê-la, as estratégias de intervenção tendem a ser aprimoradas ou substituídas, na medida em que novos conhecimentos são aportados, seja por descobertas científicas, seja pela observação sistemática do comportamento dos procedimentos de prevenção e controle estabelecidos. A evolução desses conhecimentos contribui, para a modificação de conceitos e de formas organizacionais dos serviços de saúde, na contínua busca do seu aprimoramento.

 

Imagem relacionada

Leia Mais:

Vigilância epidemiológica

A conceituação de vigilância epidemiológica e a evolução de sua prática devem ser entendidas, considerando o referencial acima citado. Originalmente, significava a “observação sistemática e ativa de casos suspeitos ou confirmados de doenças transmissíveis e de seus contatos”. Tratava-se, portanto, da vigilância de pessoas, através de medidas de isolamento ou de quarentena.

 

Compartilhar
[5] [6]