- Biblioteca Virtual de Enfermagem – Cofen - http://biblioteca.cofen.gov.br -

Os Erros de Medicação e os Fatores de Risco Associados a Sua Prescrição

Ao longo dos anos. A terapia medicamentosa tornou-se uma das principais intervenções realizadas no cuidado prestado ao paciente nos serviços de saúde. Entretanto, se utilizados erroneamente, os medicamentos podem ocasionar graves consequências para o indivíduo e sua família.

Os Erros de Medicação e os Fatores de Risco Associados a Sua Prescrição

Os Erros de Medicação e os Fatores de Risco Associados a Sua Prescrição.

Esse uso errado está relacionado a um conjunto de circunstâncias e práticas que geram fatores de risco para a ocorrência de erros. Por sua vez. O erro de medicação é definido como um evento evitável induzido pelo uso inapropriado do medicamento e com grande potencial para prejudicar a saúde do paciente.

Esses eventos podem estar relacionados com a prática profissional. Aos insumos utilizados no preparo e na administração. Características dos rótulos, embalagem, nomenclatura além da composição dos fármacos. Outros itens que integram essa cadeia são a dispensação, distribuição, monitoramento e uso de medicamentos, problemas de comunicação entre os profissionais incluindo até mesmo a prescrição.

Erros de Medicação

A falta de clareza nas prescrições dos medicamentos pode confundir os profissionais de saúde e causar graves danos ao paciente que vão desde o aumento da permanência hospitalar até o óbito. Problemas com a sua legibilidade podem gerar interpretações equivocadas ocasionando a troca do fármaco. A ausência de informações pertinentes, como o nome do prescritor, por exemplo, impossibilita a comunicação entre os profissionais envolvidos no sistema de medicação e assim também concorre para aumentar o risco de se causar danos ao paciente.

Nesse contexto. Os erros de medicação se constituem como problema de saúde pública com uma relevância social dada pelo elevado número de internações e, consequentemente, o aumento dos gastos com a assistência à saúde ou com a sua reparação por via judicial.

Esta pesquisa teve como objetivos: identificar e analisar os fatores de risco relacionados aos erros de medicação relacionados à prescrição. Sem desconsiderar as demais etapas do sistema de medicação. Compreende-se que uma prescrição tecnicamente elaborada minimiza esses fatores de risco e promove a segurança do paciente.

Compartilhar
[1] [2]