10/01/2018

Erros acontecem: a força da transparência para o enfrentamento de eventos adversos assistenciais em pacientes hospitalizados

Documento que auxilia os profissionais de saúde a lidar com erros relacionados à assistência prestada aos pacientes.

Estudo realizado pela Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Solicitado pelo Instituto de Estudos de Saúde Suplementar. Aponta que, a cada 3 minutos, 2,47 brasileiros morrem em um hospital público ou privado. Como consequência de um “erro” ou de um “evento adverso”. Por exemplo, erros de dosagem ou administração de medicamentos. Uso incorreto de equipamentos. Infecção hospitalar, etc. – relacionado à assistência prestada aos pacientes.

Erros acontecem a força da transparência para o enfrentamento de eventos adversos assistenciais em pacientes hospitalizados - cofen - biblioteca virtual de enfermagem

Segurança dos pacientes

Neste artigo adotou-se os critérios do Institute of Medicine para um sistema de saúde com qualidade estabelecidos a partir do diagnóstico dos efeitos da insegurança hospitalar publicado, em especial, no relatório “Errar é humano”, que tem norteado a reforma do sistema de saúde norte-americano e colocado a segurança como centro dessa reforma. A definição de qualidade aqui usada é “o grau em que os serviços de saúde aumentam a probabilidade de resultados desejados e são consistentes com o conhecimento técnico atual”.




    revista_enfermagem
    munean
    anais_cbcenf