Enfermagem do Trabalho: Tudo Sobre essa Especialização

6 de setembro de 2019 por filipesoaresImprimir Imprimir


 A Enfermagem do trabalho é um curso de especialização que tem ganhado destaque nos últimos anos pela necessidade de prezar pela saúde do trabalhador no ambiente da empresa em que atua. Esta não é uma área nova. Na verdade, há muitos anos a Lei Trabalhista trata da manutenção da segurança e da saúde dos empregados, e a presença de um enfermeiro para tal atividade é fundamental.

O profissional especializado em enfermagem do trabalho atua diretamente na empresa, estando à disposição do trabalhador para atendê-los diante de qualquer contratempo relacionado à saúde. É uma figura muito importante, já que, quanto melhor a saúde dos funcionários, melhor será sua produtividade no ofício.

O enfermeiro do trabalho atua em empresas, junto com o médico do trabalho e com o técnico de segurança do trabalho. (Foto: Divulgação).

Leia Mais:

Como é o curso de enfermagem do trabalho?

A enfermagem do trabalho é um curso de especialização, ou seja, uma pós-graduação lato sensu. Para tornar-se um profissional dessa área, é necessário, antes de tudo, cursar uma graduação em Enfermagem e possuir registro no Conselho Regional de Enfermagem (COREN).

O curso de pós-graduação em enfermagem do trabalho tem a carga horária total de 360 horas, ou seja, o estudante pode concluí-lo em um período entre 12 e 18 meses. Neste período, o estudante entrará em contato com as seguintes disciplinas que, entre outras, compõem a grade curricular:

  • Políticas públicas de Saúde do Trabalhador;
  • Saúde ambiental e meio ambiente ocupacional;
  • Atendimento às doenças ocupacionais;
  • Toxicologia ocupacional;
  • Educação em saúde ocupacional;
  • Aspectos legais e bioética na atuação do enfermeiro do trabalho;
  • Atendimento aos acidentes do trabalho;
  • Segurança e higiene do trabalho.

Ao final do curso, o estudante deve apresentar uma monografia que funciona como trabalho de conclusão de curso (TCC). Esta deverá ser defendida perante banca avaliadora. Para isso, ao longo da especialização, o aluno tem contato com aulas de metodologia científica e algumas das horas da grade curricular são destinadas à elaboração do trabalho.

O que faz um enfermeiro do trabalho?

Cada empresa deve contar com um profissional da área da enfermagem do trabalho de acordo com a quantidade de funcionários para atender às demandas dos trabalhadores.

Estes profissionais serão responsáveis por prestar atendimentos de urgência dentro do ambiente de trabalho, como primeiros socorros em casos de acidentes ou de males súbitos dos quais os funcionários podem ser acometidos dentro da empresa.

O enfermeiro do trabalho também é responsável por fazer planos com o objetivo de reduzir os riscos de acidentes de trabalho na empresa em que atua, bem como observar as condições de higiene e de periculosidade naquele ambiente laboral.

O profissional especializado em enfermagem do trabalho também deve promover ações de instrução aos trabalhadores da empresa sobre segurança no trabalho e melhores maneiras de evitar e se prevenir de acidentes, bem como a respeito do uso dos equipamentos de segurança que a empresa dispõe.

O enfermeiro do trabalho também participa da realização de palestras instrutivas a respeito de saúde e segurança do trabalho.

Mercado de trabalho para o enfermeiro do trabalho

Com a legislação a respeito de saúde e segurança do trabalho, cada vez mais as empresas dos mais variados setores têm se preocupado em agregar à equipe profissionais especializados em enfermagem do trabalho.

A presença desse profissional no ambiente de trabalho permite que os funcionários tenham maior segurança e melhor desempenho em suas funções, já que têm acompanhamento e a confiança de que, ali, podem contar com um especialista em saúde e segurança que estará a postos para atendê-los quando necessário, bem como orientá-los a respeito dessas questões.

Por isso, as vagas para especialistas em enfermagem do trabalho têm crescido nos últimos anos e o mercado está aberto para esse tipo de profissional. O enfermeiro do trabalho pode atuar em igualmente em escolas, empresas de todos os portes, hospitais, comércios, sindicatos, entre outros.

A jornada de trabalho de um profissional pós-graduado em enfermagem do trabalho pode variar. A maioria das empresas contratam o profissional por um regime de quatro ou seis horas diárias, o que permite que o enfermeiro atue em mais de um local.

Para uma jornada de 36 horas semanais, a média salarial de um especialista em enfermagem do trabalho varia entre R$ 2 e R$ 5 mil mensais.

Outras possibilidades

Além do curso de pós-graduação em enfermagem do trabalho, existe, também, o curso técnico em enfermagem do trabalho. Esta é outra possibilidade para quem tem interesse em especializar-se nessa área. O requisito para realizar uma matrícula neste curso é ter realizado o técnico em enfermagem.

A especialização também se destina a profissionais que concluíram o curso de auxiliar em enfermagem. O técnico em enfermagem do trabalho tem a carga-horária total de 340 horas.

Os cursos de pós-graduação em enfermagem do trabalho e técnico em enfermagem do trabalho são excelentes possibilidades àqueles enfermeiros e técnicos em enfermagem que almejam construir carreira na área da segurança e da saúde do trabalho.

O profissional que opta por se dedicar a essas áreas deve ter em mente o tamanho de sua responsabilidade diante do corpo de funcionários de uma empresa e a relevância de seu papel diante dos dados a respeito dos afastamentos causados diante de acidentes de trabalhou ou por doença motivada pela função do colaborador na empresa.

Fonte: [1]

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial