- Biblioteca Virtual de Enfermagem – Cofen - http://biblioteca.cofen.gov.br -

Controle de Sintomas em Cuidados Paliativos COVID-19: Dispneia fora do CTI

Dispneia ou falta de ar [1] é a sensação subjetiva de desconforto com a respiração sendo causa comum e de grande sofrimento em pessoas com doenças crônicas, progressivas, oncológicas ou não oncológicas, em especial, em suas fases avançadas.

Dispneia fora do CTI

Também pode ser sintoma desconfortável em intercorrências agudas superajuntadas, como infecções respiratórias, edema agudo de pulmão ou tromboembolismo pulmonar. Seu tratamento deve
considerar a possibilidade de reversão de causas subjacentes e também a otimização do tratamento da doença de base, sempre que possível, desejável e tolerável. Contudo no contexto da pandemia pelo COVID-19 serão atendidos pacientes com dispneia nestes vários cenários descritos, sendo o controle deste sintoma mandatório para todos.

Dispneia fora do CTI

A utilização de recursos como oxigenioterapia [2], medicamentos e assistência ventilatória invasiva e não invasiva serão opções a serem consideradas. Portanto neste material exporemos a sugestão de fluxo para controle de dispneia nos pacientes onde o suporte ventilatório invasivo não será uma opção. Salientamos que as recomendações contidas neste documento estão embasadas nas evidências de controle de dispneia em outros cenários de cuidados paliativos, e poderão ser atualizadas, na medida em que dados sobre o  manejo da dispneia especificamente no cenário de pacientes com as formas mais graves da infecção pelo COVID-19, forem publicadas.

Compartilhar
[3] [4]