- Biblioteca Virtual de Enfermagem – Cofen - http://biblioteca.cofen.gov.br -

Desenvolvimento do Conceito Enfermagem em Reabilitação Para o Contexto Brasileiro

A Enfermagem em reabilitação não tem sido amplamente estabelecida no Brasil. Muitos enfermeiros desconhecem seu papel e importância como membros da equipe de reabilitação. Acredita-se na existência de uma lacuna conceitual na área de enfermagem em reabilitação nesse país, que pode estar contribuindo para essa problemática.

Desenvolvimento do Conceito Enfermagem em Reabilitação Para o Contexto Brasileiro

Desenvolvimento do Conceito Enfermagem em Reabilitação Para o Contexto Brasileiro.

Enfermagem em Reabilitação

O presente trabalho tem o objetivo desenvolver o conceito Enfermagem em Reabilitação para o contexto brasileiro, com base no modelo híbrido de desenvolvimento de conceito. Método: O Modelo Híbrido de Desenvolvimento de Conceito foi efetivado em três componentes: Fase Teórica, Fase de Campo e Fase Analítica Final. A Fase Teórica foi concretizada por meio da Scoping Review e análise de 120 estudos que descreveram a prática do enfermeiro com foco na reabilitação. A Fase de Campo foi conduzida no Hospital Universitário Onofre Lopes e em um Centro Especializado em Reabilitação, ambos localizados em Natal/RN, Brasil, por meio de observações participantes e entrevistas com enfermeiros, membros da equipe de saúde, pacientes e acompanhantes.

A pesquisa

Os dados da Fase de Campo foram analisados utilizando-se a análise de conteúdo. Na Fase Analítica, os resultados das fases Teórica e de Campo foram comparados, analisados e integrados sob a luz do Modelo Teórico de Enfermagem Baseado nas Atividades de Vida, o que permitiu chegar a uma definição conceitual e operacional para a Enfermagem em Reabilitação, bem como, à construção de um modelo representativo do conceito, e um instrumento de enfermagem para avaliação das atividades de vida com foco na reabilitação.

Resultados

Os dados teóricos evidenciaram que a origem do conceito Enfermagem em reabilitação no Brasil é datada da Década de 1970. Nessa fase, o conceito foi precedido de quatro antecedentes, caracterizado por seis atributos e nove consequentes. Na fase de campo emergiram cinco antecedentes, cinco atributos e seis consequentes. Enfermeiros e técnicos de enfermagem relataram pouca formação e capacitação para atuação no contexto de reabilitação. Os profissionais de saúde descreveram como funções da enfermagem na reabilitação: ações de triagem, avaliação e acompanhamento dos pacientes e da família, orientações para prevenção de agravos, cuidado com feridas, administração de medicações e higiene corporal. Na fase analítica, jugou-se apropriado todos os antecedentes, atributos e consequentes apreciados na Fase Teórica e Fase de Campo. Portanto, todos foram considerados para desenvolvimento do conceito em estudo.

Conclusão

O conceito de Enfermagem em reabilitação no Brasil é uma prática desenvolvida pela equipe de enfermagem em diversos serviços que compõem o SUS, caracterizada pela identificação das condições de saúde do paciente e das dependências para realização das atividades e vida; ensino e educação em saúde ao paciente e/ou a família sobre a doença, tratamento e autocuidado; cuidado compensatório; gestão dos recursos humanos e materiais envolvidos no processo de reabilitação; e de suporte emocional.

Compartilhar
[1] [2]