Primeiro Consumo De Álcool Entre Escolares Da Periferia De São Paulo: Frequência E Forma De Introdução

18 de fevereiro de 2019 por Imprimir Imprimir


O consumo de bebida alcoólica é uma prática disseminada em todo o mundo, sendo um dos principais fatores de risco para a saúde. Estando envolvida em mais de 60 diferentes causas de problemas de saúde, constituindo uma importante questão para os indivíduos e sociedades e, consequentemente, uma questão de saúde pública.

As evidências tem apontado o álcool como a primeira droga a ser usada na vida. O uso precoce do álcool bem como o seu uso excessivo, tem se mostrado a porta de entrada ao consumo de outras drogas.

Imagem relacionada

Leia Mais :

Uso precoce do álcool

Além disso a experimentação e uso precoce do álcool associasse a diversas consequências negativas na adolescência e na fase adulta, tais como: O baixo rendimento escolar, violência, uso de drogas ilícitas, problemas no trabalho, comportamento sexual de risco, problemas de saúde na vida adulta e além de ser um fator de risco para a dependência química na fase adulta.

Estudos apontam que o inicio do uso ocorre na maioria das vezes entre familiares e posteriormente em festas e com amigos. Isso mostra que as atitudes apresentadas pelos familiares podem refletir no comportamento das crianças que vivem nesse meio. Assim o objetivo do estudo foi identificar a frequência de crianças de escola da periferia de São Paulo que já consumiram bebida alcoólica, e a forma de introdução.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial