- Biblioteca Virtual de Enfermagem – Cofen - http://biblioteca.cofen.gov.br -

Cofen e OPAS Fecham Parceria Para o 2º Laboratório de Inovação em Enfermagem

O plenário do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen [1]) conheceu o projeto da 2ª edição do Laboratório de Inovação em Enfermagem, uma parceria com a Organização Pan-Americana da Saúde no Brasil (OPAS/OMS [2]). A apresentação ocorreu durante a Reunião Ordinária de Plenário, em Brasília.

Cofen e OPAS Fecham Parceria Para o 2º Laboratório de Inovação em Enfermagem

Cofen e OPAS Fecham Parceria Para o 2º Laboratório de Inovação em Enfermagem.

Como na 1ª edição, o objetivo é mapear, sistematizar e divulgar experiências inovadoras produzidas pelos enfermeiros, técnicos, auxiliares e obstetrizes que atuam no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), na área da gestão de serviços, da atenção à saúde da população, da educação e formação profissional.

A iniciativa permitirá ter um panorama das estratégias adotadas pelos profissionais da Enfermagem ao enfrentar os desafios do sistema de Saúde, principalmente neste novo cenário que a pandemia da Covid-19 [3] trouxe para as rotinas de trabalho da categoria.

Inovação em Enfermagem

Serão consideradas experiências que tratam sobre as condições de trabalho e as capacidades profissionais de Enfermagem, como parte da atenção de um modelo assistencial centrado na pessoa, família e comunidade e nos diferentes níveis de atenção à saúde e das redes integradas de serviços de saúde.

“O edital está sendo produzido e em breve será publicado para que os interessados possam se inscrever. O planejamento é para que os trabalhos selecionados sejam apresentados no 24º Congresso dos Conselhos de Enfermagem (CBCENF), em 2022”, afirmou Nádia Ramalho, da Comissão de Práticas Avançadas do Cofen.

“Acredito que este 2º Laboratório de Enfermagem proporcionará, mais uma vez, um espaço de compartilhamento de dados, informações e conhecimento de práticas inovadoras na Enfermagem brasileira, que será muito importante para o Ano Internacional dos profissionais da Saúde e da Assistência, declarado pela Organização Mundial da Saúde (OMS)”, destacou Alice Fortunato, consultora nacional da OPAS/OMS – Brasil

Compartilhar
[4] [5]