- Biblioteca Virtual de Enfermagem – Cofen - http://biblioteca.cofen.gov.br -

Avaliação da adesão ao tratamento medicamentoso de pacientes com distúrbios psiquiátricos no serviço de emergência

Atualmente, no Brasil, os serviços de emergência funcionam acima de sua capacidade máxima, com taxa de ocupação de leitos acima de 100%, número insuficiente de profissionais, profissionais sem capacitação ou sem reciclagem, excesso e inadequação da demanda, verba insuficiente, gerenciamento precário de recursos, sem leitos de retaguarda e planejamento efetivo. Essas dificuldades, ainda, podem ser maiores quando coexiste déficit de estrutura e de organização da rede assistencial.

Emergências psiquiátricas

As principais causas para o aumento do número de emergências psiquiátricas são a crescente incidência de violência, a epidemia de dependência de álcool e outros transtornos relacionados a substâncias como crack, cocaína, maconha, anfetaminas, dietilamida do ácido lisérgico (LSD), ecstasy ou heroína, evidenciando a necessidade de abrangência ampliada para o atendimento destes casos nos Serviços de Emergência.

Entretanto, frequentemente, o diagnóstico psiquiátrico no contexto dos serviços de emergência é elaborado a partir de uma única avaliação e sem informações adicionais dos acompanhantes. Além disso, devido à alta demanda e rotatividade de pacientes nestes locais, o tempo de avaliação é limitado e não há a possibilidade de seguimento do paciente, para observação da evolução clínica.

Distúrbios psiquiátricos

Os transtornos psiquiátricos são bastante prevalentes na população geral e situações de intervenção imediata nos Serviços de Emergência são amplamente comuns. Portanto torna-se fundamental a compreensão das características da população atendida, a fim de otimizar a assistência e o fluxo de atendimento.

Deste modo, os objetivos deste estudo foram identificar o perfil sociodemográfico e clínico e avaliar a adesão ao tratamento medicamentoso domiciliar e, os fatores associados, de pacientes com distúrbios psiquiátricos atendidos no Serviço de Emergência.

Compartilhar
[1] [2]