02/04/2019

O Aumento da Dengue em 2019

O MS discute sobre o aumento da dengue no Brasil em 2019, e enfatiza os meios de prevenção e proteção para cuidados redobrados.

A dengue é uma doença infecciosa causada por um vírus transmitido pelo mosquito Aedes aegypti. Ela não tem tratamento específico, causa sintomas como febre alta e dores no corpo e pode até matar. Sua incidência aumenta no verão, em dias quentes e úmidos.

O vírus que provoca essa doença pertence ao grupo dos arbovírus, que são passados por picadas de insetos, principalmente mosquitos. Existem quatro tipos de vírus da dengue.

“Portanto, é possível ser infectado até quatro vezes”, explica a infectologista Melissa Barreto Falcão, da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI). “Após a infecção, o corpo fica permanentemente imune contra o sorotipo que o atacou”, completa.

Leia Mais:

Combate ao mosquito Aedes aegypti

De acordo com o Ministério da Saúde, houve um aumento de 264% nos casos de dengue no país nas primeiras 11 semanas de 2019, em comparação ao mesmo período de 2018. Neste ano, foram registrados 229 mil casos da doença contra cerca de 63 mil no ano anterior. O número de óbitos também teve aumento, de 67%, sendo grande parte no estado de São Paulo.

Prevenção/Proteção

  • Utilize telas em janelas e portas, use roupas compridas – calças e blusas – e, se vestir roupas que deixem áreas do corpo expostas, aplique repelente nessas áreas.
  • Fique, preferencialmente, em locais com telas de proteção, mosquiteiros ou outras barreiras disponíveis.

Cuidados

  • Caso observe o aparecimento de manchas vermelhas na pele, olhos avermelhados ou febre, busque um serviço de saúde para atendimento.
  • Não tome qualquer medicamento por conta própria.
  • Procure orientação sobre planejamento reprodutivo e os métodos contraceptivos nas Unidades Básicas de Saúde.

Fonte: [1]




    revista_enfermagem
    munean
    anais_cbcenf